Matéria veiculada no UOL.com.br – Destinos Internacionais

Em Londres, os melhores hotéis costumam oferecer visão privilegiada para cartões-postais como o rio Tâmisa e o Big Ben. Mas, na capital inglesa, há um espaço de pernoite que supera em originalidade qualquer suíte cinco estrelas da cidade.

Trata-se do Museu de História Natural londrino, que, algumas vezes por ano, permite que visitantes durmam entre fósseis de dinossauros e outros milhões de itens que explicam as diversas formas de vida que habitam (e habitaram) na Terra.

1

Os visitantes do museu passam a noite sob a enorme réplica de um diplodoco

O ambiente lembra um acampamento escolar: as pessoas trazem seus sacos de dormir e os espalham pelo hall principal do museu, projetado com pompa vitoriana e que abriga a enorme réplica do esqueleto de um diplodoco, um dinossauro herbívoro e quadrúpede que viveu há mais de 130 milhões de anos. Ali perto, uma estátua de Charles Darwin parece observar os presentes.

O passeio, entretanto, não se resume apenas em deitar sob uma obra de arte da paleontologia e do mais famoso naturalista da história e cair no sono. Antes disso, os visitantes participam de uma série de atividades dentro do museu.

Uma delas é um tour guiado por alguns dos espaços quase desertos do local, onde é possível admirar, sem as multidões presentes durante o dia, exemplares de grandes carnívoros, pássaros raros, esqueletos de baleias e fósseis de dinossauros. Palestras conduzidas por entomologistas (falando, por exemplo, sobre a vida sexual dos insetos) também são realizadas para os participantes.

2

O hall do museu londrino é uma obra de arte da era vitoriana

E por falar em insetos, os mais corajosos podem provar grilos fritos preparados por chefs contratados pelo museu.

O ingresso para passar a noite no museu, porém, não é barato: custa 180 libras esterlinas (cerca de R$ 935, em valores convertidos em 7/4/2016). O preço ainda inclui um jantar, bebidas e shows musicais (que geralmente contam com uma harpista) realizados no meio da noite. Filmes como “Jurassic Park” e “Aracnofobia” são exibidos durante a madrugada.

Todo este passeio é aberto apenas para maiores de 18 anos.

O Museu de História Natural da capital inglesa também oferece noites especiais para crianças de sete a 11 anos, nas quais os pequenos, além de dormir sob o diplodoco, podem aprender sobre a natureza de maneira lúdica.

Informações sobre as próximas pernoites no museu, acesse: www.nhm.ac.uk/visit/exhibitions/dino-snores-for-grown-ups.html

3

Durante a noite, os visitantes podem aprender sobre a vida dos insetos

ty

Os eventos noturnos do museu costumam reunir centenas de pessoas

5

Nos passeios noturnos, os visitantes podem provar insetos fritos

tu

Hall principal do Museu de História Natural durante o dia

Fonte: http://viagem.uol.com.br/guia/inglaterra/londres/roteiros/uma-noite-no-museu-turistas-dormem-entre-fosseis-de-dinossauros-em-londres/#comentarios